Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

17.Jun.20

Pedrógão Grande. Três anos depois.

Há precisamente três anos, no concelho de Pedrógão Grande, distrito de Leiria, ao início da tarde de 17 de junho de 2017, deflagrou o violento incêndio que matou 66 pessoas, e se alastrou a outros concelhos, fez também 253 feridos, sete dos quais graves, e destruiu cerca de meio milhar de casas e 50 empresas. O fogo consumiu mais de 80% da floresta, a maioria eucalipto, e as chamas só foram extintas uma semana depois.

As responsabilidades foram identificadas, entre a EDP, o estado,  todas as entidades directa e indiretamente envolvidas, câmaras municipais...e ainda assim não se moveu nenhuma acção criminal por negligência contra essas mesmas entidades, é inexplicável.

Será um dia que muitos querem esquecer, fazem por esquecer, mas acho que nem que vivam muitos, e muitos anos nunca o conseguirão fazer.

A dor das famílias marcadas  pela devastação, e toda a vivência dilacerante em que perderam os seus entes queridos é cada vez maior, por culpa de um estado incompetente e corrupto.

Que a memória não se apague, e que se faça de uma vez por todas a devida Justiça.

Comenta, mas com cuidado:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.