Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

06.Nov.19

O Mundo que (parece) não ter sido feito para todos nós.

Principalmente quando não nos ajustamos ao Mundo em que vivemos, quando não nos conseguimos encaixar numa sociedade por sentirmos demasiado, por que sofremos, porque nos doi a alma, por sentirmos em demasiada coisas que não se passam connosco mas que nos doem, nos indignam, e nos afetam.

(desabafos...)

Quando nos levantamos todos os dias e percebemos perfeitamente que o Mundo não está para nós, ou seremos nós que não estamos para o Mundo, e não percebemos por nos sentimos perdidos em muitos momentos em que tudo parece estar mal, que tudo nos parece injusto, cruel. Sentimo-nos cansados de tanto sentir, de tanto nos doer, e de nada, ou quase nada conseguirmos fazer.

(desabafos...)

Como se sentem as pessoas que todos os dias sofrem? Têm dor, não têm como pagar as suas contas, os seus medicamentos, as chamadas coisas básicas que estão ao acesso da maioria, mas não dessas pessoas. Que estão por sua própria conta. Muitas das vezes ficam isoladas, porque não têm como chegar a serviços, a médicos, a saúde que devía estar ao alcançe de todos, este Mundo não está para todos nós.

Sempre achei que podía mudar o Mundo, era dos meus desejos em miúda, aliás, sempre foi, acho que podemos Mudar o mundo sim, acho mesmo que podemos, mas o que desejávamos mesmo era conseguir mudar o Mundo de todos mesmo, os que sofrem, se sentem sós, estão doentes, precisam de apoios, e ajudas, e não têm, porque é tudo demasiado lento, penoso, e as pessoas já cansadas de lutar, desistem. A vida para muitos é demasiadamente bruta. Demasiadamente injusta, violenta. Pudesse eu mudar o Mundo,  o Mundo que é de todos nós e parece cada vez mais que não foi feito para todos, e faria magia, não pensava duas vezes, sim mudava muito para que todos pudessem sentir o que realmente é a Vida, sem dor, sem sacrifícios, com dignidade, acima de tudo para que todos pudéssemos sentir o bom que é viver, mas principalmente o que é sentirmo-nos realmente Vivos.

(são desabafos, mas sentidos..)

Nota: podería falar abertamente sobre o que realmente me tem incomodado muito nestes últimos tempos, mas vou poupar-vos a isso, é a minha maneira de não "contagiar" ainda mais este Mundo, e quem me lê...)

10 comentários

teorias absolutamente espectaculares