Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

29.Abr.21

o meu medo mais profundo

É de não ter “tempo”.........

........não ter tempo para estar com os meus, os meus familiares, pais, tios, afilhados, irmãos enquanto não nos for possivelmente seguro.

Vivemos o dia a dia, o “mais um dia de vida”, “um dia de cada vez”, só que o tempo não pára, nem a idade dos nossos pais, avós, tios…….. A esperança de vida tem um tempo que pode ser tão curto como longo.

A pandemia do mal trouxe-nos também a pandemia do bem, e mostrou-nos que a riqueza humana não tem o poder que ostenta, e que é tão pobre como os mais pobres na hora do vírus.

Tenho medo de não ter tempo para estar com os meus pais, para os abraçar, os amar, e mimar como sempre fiz.

Sim, o tempo escassa…..eles não têm 40, ou 45 como eu, têm 80, e a idade faz-nos pensar…..no que podemos ter perdido em mais de um ano………é um equilíbrio difícil

Que bom seria se parássemos todos um momento para pensar?

É que todo este mundo também é nosso!  

2 comentários

  • Imagem de perfil

    espaço da raquel 03.05.2021

    Acho que de uma ou outra maneira todos vivemos tempos assim, uns de uma maneira mais ligeira, outros de uma maneira mais profunda....!!!

  • Comenta, mas com cuidado:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.