Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

25.Mar.20

O medo dos nossos dias

Foi em Março de 2020...
As ruas estavam vazias, lojas fechadas, as pessoas não podiam sair.
Mas a primavera não sabia, e as flores começaram a florescer, o sol brilhava, os pássaros cantavam, as andorinhas iam chegar em breve, o céu estava azul, a manhã chegava mais cedo.

Isto foi em Março de 2020...
Os jovens tinham que estudar online e encontrar ocupações em casa, as pessoas não podiam fazer compras nem ir ao cabeleireiro. Em breve não haveria mais espaço nos hospitais, e as pessoas continuavam ficando doentes.
Mas a primavera não sabia. A hora de ir ao jardim estava chegando, a relva ficava verde.

Isto foi em Março de 2020...
As pessoas foram colocadas em contenção, para proteger avós, famílias e crianças. Chega de reuniões, nem refeições, festas com a família. O medo, a angústia, e ansiedade tornaram-se bem reais, mas com os dias parecidos...
Mas a primavera não sabia, as macieiras, cerejeiras e outras floresceram, as folhas cresceram.
As pessoas começaram a ler, a brincar com a família, a cantar na varanda convidando os vizinhos a fazerem o mesmo, aprenderam uma nova língua, a serem solidários e se concentraram em outros valores.
As pessoas perceberam a importância da saúde, o sofrimento, das pessoas que se foram, deste mundo que parou, da economia que caiu. 
Mas a primavera não sabia. As flores deixaram seu lugar para a fruta, os pássaros fizeram o ninho, as andorinhas chegaram.

Então o dia da libertação chegou, as pessoas souberam pela televisão que o vírus tinha perdido a batalha, as pessoas saíram para a rua, cantavam, choravam, beijando, e abraçando os seus familiares, pais, avós, tios, vizinhos, sem máscaras nem luvas.

E foi aí que o verão chegou, porque a primavera não sabia. Ela continuou lá apesar de tudo, apesar do vírus, do medo e da morte. Porque a primavera não sabia, ela ensinou as pessoas o poder da vida.

Vai ficar tudo bem, fiquem em casa, proteja-se, para podermos voltar a aproveitar a vida, respirar ar puro, bem fundo, e estarmos com quem mais amamos.

Acima de tudo fiquem confiantes e mantenham o sorriso = ) bem sabemos que o nosso sistema imunitário precisa de estar forte para esta adversidade, e a tristeza não nos pode levar a isso.

Tudo vai passar, e quando passar vamos poder voltar a abraçar 

1 comentário

Comenta, mas com cuidado:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.