Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

07.Nov.18

Lembrei-me de Maria Guinot

Maria Guinot faleceu recentemente, mas será para sempre recordada, e foi precisamente isso que me aconteceu. Lembrei-me há pouco desta canção maravilhosa, para mim umas das mais bonitas canções portuguesas.

Deixa-nos em legado, e para todo sempre uma grande canção, um excelente poema tocado magistralmente, e com uma voz soberba.  Na altura (1984 ) não entendi muito o que dizia o poema, hoje reconheço que foi do melhor que se fez a nível musical. Das coisas simples e sem complicações, nascem grandes obras.

Tal como Maria Guinot cantava, e talvez como alguns de nós também o podemos sentir dessa maneira...ás vezes sou também um sim alegre... ou um triste não.... "

 

 

4 comentários

Comentar post