Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

14.Jun.19

Lembrar António Variações.

António Joaquim Rodrigues Ribeiro, conhecido por António Variações, foi um cantor e compositor português dos anos 80. O excêntrico génio Pop que nos deixou há 35 anos. Morreu no dia 13 de junho de 1984 , coincidentemente, no aniversário do poeta Fernando Pessoa, como no feriado de Lisboa, o dia de Santo António.

António Variações foi um artista inovador que desafiou os limites da música portuguesa, reinventando-a por completo. Lançou dois álbuns, Anjo da Guarda e Dar e Receber, com o último que saíu um mês antes da sua morte.

Descrito pelas pessoas que o conheciam como uma alma gentil, de natureza  verdadeira, mas um homem reservado, tímido até.  António Variações canalizou toda a sua energia e originalidade através das suas performances que chamaram a atenção de todos, e também pela diferença, e pela forma como se vestia e comportava.

Como as suas habilidades de leitura de música eram praticamente inexistentes, ele costumava cantar as suas canções incluindo partes instrumentais, diretamente dum gravador que depois daria aos seus músicos e produtor para que eles pudessem descobrir como traduzi-lo na realidade.

Seu legado, continua vivo, não só através dos vários artistas ao longo dos anos que o homenagearam e cantaram António Variações como entre as suas principais influências e  vários tributos que aparecem de vez em quando para mostrar a versatilidade de toda a sua música.

Também se tornou um símbolo importante para a comunidade LGBT, principalmente devido a permanecer sempre fiel à sua própria identidade e valores, nunca se importando com o que os outros pensavam, e esperavam dele.

A importância de António Variações é então sentida não apenas na música, mas também na forma como se atreveu a reinventar os conceitos relacionados com a masculinidade na pós-ditadura de Portugal.

O essencial do seu trabalho, ainda que curto, onde todas as músicas https://www.youtube.com/watch?v=bzhLamrxacE&list=PLCnQR_8WfMFwwZURx3hUfaaw9IZ4totVM&index=1 que claramente fizeram, e farão para todo o sempre a Diferença no mundo da música Portuguesa.

Ainda em 2019 será lançado no cinema português o filme com o título "Variações", ano que o cantor celebraria os 75 anos de vida, e Sérgio Prata é quem irá  encarnar a personagem.

Teremos para sempre, e através da música a sorte de ouvir António Variações, e de nos lembrarmos para sempre do Homem que de todas as maneiras mudou pensamentos, e formas de encarar muitas maneiras de estar na vida. Desafiou tudo, e todos, e a Vida o que é senão um desafio constante = )

D87unKMXoAAUiEA.jpg

(imagem retirada da internet)

6 comentários

teorias absolutamente espectaculares