Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

12.Jul.19

A história do Asdrúbal.

O Asdrúbal foi a casa beber água, mas a demora deixa os companheiros de vida e de todas as rambóias da selva em apuros e impacientes, mas de repente começam a olhar a olhar, e lá o vêm ao longe a fazer olhinhos a uma suricata chamada Maria Felismina, paixão que ele teve em tempos e que não foi bem sucedida porque ela se meteu com um suricata de nome José Maria, esse menino era de família muito abastadas, mas era um marialva, um sedutor e conquistado barato, o que não agradava a todos os vizinhos lá na selva, mas a Maria Felismina também foi uma doida, largou tudo e fugiu com o José Maria, claro que o Asdrúbal apanhou o desgosto da sua vida, e nunca mais voltou a amar, pode ser que agora recupere o tempo perdido e se envolva numa bonita história de amor com a sua Maria Felismina. Viva o Amor.   

3fpmc9eip9_1ua0r3g2fj_file.jpeg

Fotografia: Matt Engelmann

https://500px.com/matengel

10 comentários

teorias absolutamente espectaculares