Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

26.Fev.10

outros tempos!!!

a minha afilhada ontem à noite perguntava-me como era quando eu era mais pequena, quais as brincadeiras que tinha com os meus amigos, o que fazíamos para passar o tempo, como é que vivíamos, expliquei-lhe que na minha infância tudo foi muito feliz, disse-lhe que foi mesmo a parte melhor e mais feliz da minha vida, ainda sinto os cheiros, o sol quente desses dias, vejo o baloiço que o meu pai me fez para por no quintal lá de casa, a mais pequena e insignificante brincadeira nos surpreendia, por mais simples que fosse, mas as brincadeiras e actividades eram sem qualquer dúvida bem mais vividas e sentidas por nós, saltar á corda, andar de bicicleta, jogar ao berlinde, jogar á bola, tocar à porta dos vizinhos e fugir, saltar das árvores para o chão e as festas de aniversário…quem nunca tomou um valente banho de mangueira, com a água muito fria, não havia playstations, nintendo, jogos de Vídeo, nem dvd´s, telemóvel era ficção científica, computador só para alguns, nada de internet, o que havia mesmo e com fartura eram os amigos e LIBERDADE, enfim, o que para nós era uma verdadeira aventura, para os meninos e meninas de hoje é aborrecido, para ti pode parecer estranho e uma chatice mas acima de tudo éramos muito felizes.

8 comentários

teorias absolutamente espectaculares