Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

01.Ago.07

feliz mas insatisfeita

Hoje estou desolada, completamente desnorteada...e só, tento desde manhã, escrever alguma coisa e nada me sai. Não consigo pensar, ... apetece-me meter debaixo dos lençóis e ficar por lá até me apetecer, até me passar este amaranhado de coisas que me estão a passar pela cabeça. Tenho tantos pensamentos cada um deles de uma natureza diferente e séria.

 

Acho que estou naquela fase dos trinta em que as mulheres tem muitas dúvidas existenciais, são os 30!!!!! Ai a minha vida, será que agora é que estou a pensar a sério no rumo que irei dar á minha vida, será que é verdade? Será que as mulheres aos 30 anos têm assim tantas dúvidas.

 

Gostava de fazer algo na minha vida para ajudar os outros, não sei porquê mas sinto que é essa a minha missão, dar, ajudar, compreender, fazer, realizar, tudo o que não estou a fazer, sinto que o meu trabalho me desmotiva e me torna agressiva, mal disposta, desmotivada e frustada.

 

Estou de férias mas não as sinto como tal, sinto-me sozinha, não há alegria, entusiasmo, o tempo não ajuda.

 

Tenho medo de um dia acordar e dizer, “arrependo-me de não ter feito isto ou aquilo”, será que isso vai acontecer??? digo para mim mesma, arrepende-te daquilo que fazes e não daquilo que gostarias de ter feito, mas está a ser precisamente assim, não sei do que me arrependo porque ainda não o fiz.

 

Não estou a ter tempo para definir o meu futuro, não “me deixam” resolver a minha vida, o tempo voa....

 

Sou feliz mas insatisfeita.

 

4 comentários

teorias absolutamente espectaculares