Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

11.Set.19

Uma das muitas datas negras da História

11 de setembro de 2001. Foi há 18 anos. Já se passaram 18 anos, como é que é possível? Parece que foi ontem que o mundo mudou para pior, e que houve o maior ataque ao coração da América. O Ataque às Torres Gémeas.

A 11 de setembro de 2001, dois aviões destruíram as torres gémeas do World Trade Center em Nova Iorque, enquanto um outro chocava contra o Pentágono e um quarto avião caía na Pensilvânia e que teria como possível destino a Casa Branca.

Há duas certezas sobre este dia: Toda a gente sabe o que estava a fazer, e que o mundo era melhor nesta altura. Por muitos anos que passem, nunca ninguém irá conseguir esquecer.

time-11-set-2001.jpg

(Special Edition of Time Magazine covering only the September 11, 2001)

10.Set.19

eu não queria, mas tive de voltar...

Bom dia! Ahhhh como é bom levantar cedo e ir trabalhar depois de 4 semanas de férias.....estou que nem posso de alegria. E nada de lágrimas, porque e caso verta uma que seja, é mesmo e só da emoção de voltar a estar sentada a uma secretária, a olhar para um "vidro" é sempre bom.

Sabermos que vai tudo voltar ao mesmo, picar o ponto todo o santo dia, o olhar para as mesmas caras muitas das vezes com aquele ar de quem nos quer trucidar, pessoas mal dispostas, arrogantes, o estarmos horas a olhar para a porcaria de um computador, ah, e aquele humor tão característico depois de férias, (daquele bravo multiplicado por dez ).

E de vez em quando o nosso olhar que se perde pela janela e olha lá para fora onde se respira ar puro e que está um dia lindo de sol e ficamos perdidos a olhar para o céu azul e a pensar o que já foi,  o que já passou, e os dias descansados que passámos com quem de facto gostamos, amamos e somos felizes, com quem partilhámos muito, a companhia que tivemos  as horas que pareciam que corriam sempre muito, e tudo era vivido intensamente, os fins do dia que chegavam demasiadamente rápido, mas que eram tão grandes de partilhas e risos, e agora a volta custa. Custa muito.

Depois de estarmos em pleno sossego, ainda consigo sentir-me a "levitar" e a todo o momento penso que não pertenço a este lugar, o azul do mar, a areia da praia, são agora apenas uma miragem e não é para a outra margem,é mesmo para o ecrã do computador....o que nos vale são as boas recordações que ficam do tempo passado com quem de facto nos estima e nos pertence, da família, dos amigos, e ficam também muitas saudades do tempo sem pressas, e onde de facto aproveitámos tão bem cada minuto daquele tempo que quase nunca temos com os nossos, aquela tranquilidade e paz passada com quem realmente amamos, e gostamos.

E são só estas as memórias das minhas férias que quero guardar. As boas, e as mais felizes.

Pág. 3/3