Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

06.Mar.17

vamos falar de vinhos?!

perguntam vocês, já, tão cedo? sim, é de manhã que se começa muito bem o dia, com cheiros, e aromas que nos fazem viajar, e sonhar com lugares, comidas, boas visitas, fins de semana, e claro está, um belo de um copo de vinho (tinto) no meu caso.

há tempos  fiz um curso de vinhos, e adorei. vou continuar até acabar os níveis possíveis, porque para ser um verdadeiro especialista não vamos lá só com cursos, é mesmo a experiência, o degustar, desenvolver muito bem a nossa parte sensorial, o conseguir compreender a alma de um bom vinho.

todos são diferentes, e em cada um dos vinhos que podemos experimentar, existe sempre um aroma, cor, e texturas diferentes, e quanto mais atentos estivermos a isso,  mais conseguimos identificar todas essas diferenças, e a avaliação sensorial dos vinhos é ponto fundamental.

para os verdadeiros apreciadores, deixo aqui 3 novos livros para aprender a provar vinho.

como se analisa o aroma do vinho? quanto tempo se deve guardar uma garrafa em casa? como tirar maior proveito do vinho? a temperatura, o degustar que é submeter aos nossos sentidos um vinho para assim conhecê-lo, toda uma vasta informação importantíssima para quem é de facto um apreciador de um bom vinho.

 

Especialista de Vinhos em 24 Horas

Jancis Robinson

OriginalSize$2017_01_06_18_05_58_201647.jpg

 O Vinho na Ponta da Língua

Maria João de Almeida

OriginalSize$2017_01_06_18_06_00_201648.jpg

Branco ou Tinto

Joana Maçanita

OriginalSize$2017_01_06_18_05_58_201646.jpg

 

 

 

03.Mar.17

a senha, e o papel, o papel, e a senha ..!! (conversa é de malucos)

Eu: a senha, qual é a senha?

A senhora do balcão: a senha é a A, depois a senha B, depois volta e tira a senha C para pedir o papel.

Eu: e que papel é esse?

A senhora do balcão: é o papel que tem de apresentar.

Eu: mas que papel?

A senhora do balcão: o papel que comprova que fez o pagamento.

Eu: ahh, mas para isso tenho o recibo.

A senhora do balcão: o recibo não serve como prova.

Eu: como não serve?? paguei, está aqui o registo no recibo.

A senhora do balcão: não, tem de ser o outro papel, e para isso tem de tirar a senha C.

Eu: (já em brasa)  ó minha senhora, mas não vai tudo dar ao mesmo?!?

A senhora do balcão: não, (diz ela muito ofendida) o recibo não é o mesmo que o outro papel, sim, o tal da senha C.

Eu: Ahhhhhhhhhhhhhh, compreendo, (digo eu), mentira, nada de nada, fiquei cansada, e no fim de contas, não sei que papel é, e porquê? Porque vão mandar para casa!!!

Nota: (grito bem alto, mas em pensamento) Fod@ssssssssssssssss !!!

Pág. 4/4