Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

feromonas mas das más

Grande e profunda verdade, ainda não está provado, mas, a cada dia que passa, torna-se mais evidente que quando estamos mais desanimados, irritados, desmotivados, cansados, (que porra, pronto tudo o que acabe em sentimentos menos bons)  conseguimos ser captados ao longe por aquelas personagens, quase tiradas de um filme de terror, e que escolheram consagrar a sua vidinha a lixar-nos a cabeça.

O meu gene do mau feitio topa esta porra há distância, e quando digo, hum, hoje não vai ser um bom dia, a porra do dia não é que corre mesmo, mesmo mal?! E não, meus caros, não é a lei da atração, nem lei do tal Murphy a funcionar, são mesmos as pessoas, algumas vá, nãaaaa, quase todas, que nos lixam a cabeça até mais não. Não me consigo conter, explodo, descarrego a máxima adrenalina que consigo, acho até que se fosse medida as minhas descargas de mau feitio, abanava tanto lisboa que por breves momentos passaria por um breve abalo sísmico.

É pá, atentem: Larguem as pessoas da mão. Não sejam irritantes, maus, mesquinhos, e melgas. Parem um pouco, pensem, e deixem para outro dia lixar e fritar a cabeça ao próximo que até está sossegadito no seu canto.

Obrigada pela vossa atenção, e podeis continuar o vosso precioso trabalho, ou quiçá a vossa massagem, corrida, ou a série de 10 abdominais com o PT mais giraço do ginásio.

Grata.

pessoas que mudam este mundo

João Maria Marçal Grilo. Um português contra a loucura do mundo.

 

Vale a pena ler:

http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/joao-maria-marcal-grilo-um-portugues-contra-a-loucura-do-mundo#_swa_cname=sapo24_share&_swa_cmedium=web&_swa_csource=facebook&utm_source=facebook&utm_medium=web&utm_campaign=sapo24_share&_swa_cname=sapo24_share&_swa_cmedium=web&_swa_csource=facebook&utm_source=facebook&utm_medium=web&utm_campaign=sapo24_share

as "polémicas"

Anda a circular nas redes sociais “bonsrapazes” a fotografia (em baixo) e claro está que já houve muitos comentários, e quem se insurgisse, não vou dizer o nome para não ferir susceptibilidades foi a (rita ferro rodrigues) sobre a fotografia que estava a explorar o corpo e a mulher, e que descredibilizava o que é verdadeiramente feminismo, o que é assédio, e machismo.

Bem, tenho uma coisa a dizer sobre a foto (não que interesse a alguém) mas digo na mesma, pena tenho eu de não ter um bundão daqueles, o rabo da moça é bom, bom mesmo, com tudo no sitio, uma boazona, também gosto dos calções, os dois jovens também não estão nada mal na fotografia, e estou-me borrifando para as teorias da “conspiração” que abundam por causa de uma fotografia que até acho piada. É uma piada, minha gente. Uma campanha.

Há limites, sim, há, mas o limite nesta fotografia, e publicação não foi de todo quebrado. (a meu ver)

Só tenho um reparo a fazer, é que em vez de um rabo de uma mulher, poderia ser também o rabo de um homem, sim, deviam ter posto os dois. (saltava mais à vista)

Mais vale rir de tudo o que se passa com os comentários sobre esta fotografia, porque se levarmos isto muito a sério, começa a tornar-se preocupante. Precisamos de ver coisas bonitas, e se é um rabo, porque não?! Para coisas feias, e amargas, já basta a vida.

Untitled.png

 

 

deem sossego aos animais

A natureza é justa o que lhe aconteceu devia de acontecer a todas as pessoas que se dedicam a fazer mal aos animais só pelo prazer de matar.

Sei que devia lamentar a morte de um ser humano, mas não consigo. Cá se fazem, cá se pagam. Deixem os animais no sitio deles, sossegados, a viver da maneira que essa sim é natural, na sua plenitude, e de acordo com as necessidades de cada um desses mesmos animais, eles também não vêm para a vossa porta, e a deitam abaixo para vos ferir, ou matar.

E deixem-se da teoria que a caça é natural, faz parte do ser humano, e que os animais selvagens existem para serem caçados, a velha história da presa e do caçador, a história do tempo da pedra, gente que quando não tem mais argumentos, dão este como resposta.

Todos os caçadores, respeitem para serem respeitados, somos todos natureza!  É tão simples quanto isso.

 

https://sol.sapo.pt/artigo/598628/cacador-de-leoes-morre-durante-cacada

 

estudos, e mais estudos (sobre sushi)

Por acaso acho piada a estes experts, (tsss tssss), é pá agora tudo é motivo de conversa, de estudos, de aprofundamentos sobre tudo e mais alguma coisa.

Existem sim rituais específicos associados ao sushi, mas começam logo por dizer que os portugueses não sabem comer sushi. E então?!

O sushi, come-se de qualquer maneira, vai tudo, segue tudo, marcha tudo, seja comer os rolos de sushi à mão, e não com os paus, ou que se usa o gengibre para limpar o nosso palato entre peças, tudo certo, mas pergunto, não vai tudo parar ao mesmo sitio, hum?! Dentro da boca comemos todos igual em todo o mundo, seja com placa, dentes postiços, implantes, dentes com branqueamento...só sei que nem um pedacinho sobra para contar história, muito menos sobre teorias e convenções para comer, e saborear o respectivo. O sushi, claro.

 

(Atentem na noticia, mas só se quiserem claro, não sou pessoa de obrigar ninguém a fazer o que não quer)

 

https://sol.sapo.pt/artigo/598632/-sao-poucos-os-portugueses-que-sabem-comer-sushi

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D