Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

perder alguém

aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós

deixo um beijinho e um abraço muito apertado e sentido a um amigo muito especial para mim (ele sabe quem é) que acabou de perder o seu pai.

dou-te o meu ombro para chorares sempre que quiseres.

 

Um dia de cão.....

 

Pressão no trabalho, pressão por todos os lados. O natal está a chegar, e o novo ano também e eu sem conseguir ver nada de novo.

 

Nada me parece diferente, nada de perspectivas  futuras, nada atiça a minha curiosidade, nada ilumina as noites escuras, nada de risos sentidos, corações sinceros e sem maldade, enfim nada de nada, neste mundo que é uma roda viva e uma turbulência de emoções e sentimentos.

 

AS MULHERES SÃO COMO ONDAS e OS HOMENS SÃO COMO ELÁSTICOS

Já dizia uma psicóloga.......
 
AS MULHERES SÃO COMO ONDAS
 
A auto-estima de uma mulher sobe e desce como uma onda.
Quando ela atingir o fundo, é o momento para uma “limpeza” emocional.
 
OS HOMENS SÃO COMO ELÁSTICOS
 
Quando um homem ama uma mulher,periodicamente ele precisa se afastar antes de poder se aproximar.
 
Acho que a senhora Dra. Psicóloga, andou a ler o livro “Homens são de Marte, Mulheres são de Vênus”, pois tenho uma colega que me falou neste assunto.
 
Já agora, a minha amiga e companheira bloguista, de o pé de pupita, leu este livro e deve saber se é verdade, vou deixar para ela postar e me dizer se é assim ou não.

o valor da vida

Falar na morte é abordar uma temática que a todos assusta. Talvez porque nos ultrapasse. Talvez porque não somos capazes de a controlar. A verdade é que, tantas e tantas vezes, nos lamentamos da vida que temos, e esquecemos que, a cada dia, corre mais uma oportunidade de acordarmos e olharmos o mundo. Por vezes, parece que nada bate certo, ou que a sorte é inimiga. Mas recusamos pensar que o futuro ninguém conhece, e que o passado não volta mais. Talvez esteja apenas nas nossas mãos o presente. Então por que não sabemos, ou adiamos, aproveitá-lo?? O Homem é um ser complicado, e sabe tão simplesmente complicar tudo aquilo que parece fácil, como a certeza única de que a vida é uma passagem!

falta de

A Mentira
A cobardia
A falta de sinceridade
A falta de honestidade
A falta de lealdade
A falta de frontalidade

Recuso-me a acreditar que estes valores se perderam...
Recuso-me a acreditar que vivemos numa selva...
Recuso-me a acreditar que já não existem pessoas...

Recuso-me a ser uma delas...


Chefes e Líderes

Durante toda a minha vida eu ouvi as pessoas reclamarem dos patrões e dos chefes.

A maioria reclamava que os chefes não eram tão competentes assim para serem chefes, pois se fossem eles, fariam as coisas diferentes. Todas as reclamações que ouvi sobre os patrões era que eles ganhavam demais.

Eu mesmo cometi esse erro por muitos anos, certamente repetindo o padrão que me havia sido ensinado pelo (mau) exemplo dos mais velhos.

Por alguma razão os líderes (coisa rara nas ocidentais praias lusitanas) impõem-se por si e os chefes são impostos. Impostos por decreto, ordem de serviço ou algo parecido, a título compensatório pelos bons serviços prestados a outros chefes.

Os chefes agradecem a quem lhes estende a mão quando tropeçam numa pedra. Os líderes agradecem a quem retirou a pedra antes de eles passarem, mesmo que desconheçam quem o fez.

Os chefes lideram as empresas que, por regra, são as primeiras da últimas. Os líderes comandam as que são as primeiras das primeiras.

Os chefes rodeiam-se de quem pensa como eles, os líderes apostam nos que pensam (e, cuidado, que pensar pode vir a ser crime!) de modo diferente.

Os chefes fogem sem tentar. Os líderes tentam sem fugir porque sabem que só é derrotado quem desiste de lutar.

Os chefes lutam na certeza de que virão a ser derrotados. Os líderes lutam na convicção de que virão a ser vencedores.

Os chefes são donos da verdade. Os líderes constroem a verdade.

Os chefes vão fazendo algumas coisas. Os líderes são o exemplo de como se faz.

Os chefes mandam levar a carta a Garcia, aos líderes basta pegar na carta.

Os chefes são aqueles que estão sempre a pedir para sair. Os líderes são aqueles que sabem que só pede para sair quem quer ficar. Por isso, quando entendem saem pura e simplesmente.

Salvaguardando algumas excepções que talvez existam, Portugal tem – continua a ter – chefes a mais e líderes a menos.

Daí a luta para ser apenas o melhor dos últimos.

 

Vejamos algumas expressões utilizadas pelos vendedores de casas...

«a 15 minutos do centro» - quando o for visitar encha o deposito do carro. Os 15 minutos respondem ao recorde estabelecido pelo proprietário da agencia, numa noite sem trânsito, quando foi experimentar o Porche novo comprado á custa de lorpas como nós.
«a precisar de obras» - trata-se de uma ruína habitada por marginais onde o crack ta a bom preço...
«vista panôramica» - telhados, antenas de tv, roupa a secar...
«muito cachet» - dois leões de pedra à entrada e uma torre tipo de castelo...
«de muito bom gosto» - casas de banho em azulejos castanhos com desenhos de santinhos e do Rato Mickey, impossibilidade absoluta de distinguir pelo revestimento a cozinha e a sala...
«boas áreas» - com dificuldade, mas consegue montar as maquinas da roupa e da loiça. Desde que fiquem uma em cima da outra, claro.
«total privacidade» - tratasse do cima de um monte. Se quiser comprar cigarros tem de andar uma boa meia hora até um tasca nojenta.
«em fase de acabamento» - já tem alicerces...
«bons materiais» - está bem lixado se o despertador do vizinho tocar mais cedo do que o seu...
«junto à auto-estrada» - o mais provável é que o rail fique a 2 metros da porta. O azar é que o acesso mais próximo fique a 40 quilómetros.
«lindo jardim» - alfaces, salsa, rabanetes, couve, lombarda e o inevitável repuxo no meio do laguinho...
«construção de primeira» - pode crer que na segunda casa que construiu as paredes já ficaram direitas...

A vida dá voltas

A vida dá voltas,
Voltas e voltas
Que o Homem não sonha
Que o Homem não pensa
Que o Homem não conta
A vida dá voltas…
Como uma bola
Como uma roda
A vida dá voltas…
O Homem envelhece
O Homem cansa-se
E um dia…
O Homem adormece
Um dia como muitos,
Ou diferente talvez…
Porque nele, tudo acontece
De uma só vez!
Um dia passou
Uma vida voou
Um Homem recuou
Uma lembrança ficou…
Um dia passará
Uma vida voará
Uma mulher recuará
Para um lado de lá…
Não sei onde é
Não o conheço
Mas um dia saberei,
Que lá, não será um começo!
Será talvez um regresso,
Ao antes do berço…
(Quadro de Salvador Dali)
 

Pág. 1/3

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D