Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

Homens como tu não morrem.

João Ricardo, deixaste-nos.

Mas ficam para sempre as personagens que vamos para sempre recordar com um grande, e largo sorriso.

Não me vou esquecer da personagem na novela "Laços de Sangue", onde interpretaste o Armando Coutinho, talvez a tua personagem mais famosa, e marcante, e com aquela gargalhada única e inesquecível.

Mesmo sem te ter conhecido, gostava mesmo de ti.

Até sempre.

lambe botas ou puxa saco?!

ainda não consegui perceber se de facto a maioria das pessoas é assim tão simpática, e realmente prestativa, ou são uns verdadeiros “puxa saco” como dizem nossos irmãos brasileiros, ou uns lambe botas, versão tipicamente portuguesa, curta e grossa, e que eu adoro.

 

fico a pensar, mas não muito, porque me começa a dar dores na moleirinha.

Minimizar o stress no local de trabalho

Quando se encontra sujeito a stress no local de trabalho, não há nada mais tranquilizante do que um chá, de preferência calmante.

Sigas as seguintes instruções:

Prepare o chá numa caneca grande, junte uma generosa colher de mel, e de seguida despeje sobre o computador, e pessoa que anda a dar-lhe cabo da paciência.

E assunto resolvido, deixamos tudo doce até a pessoa que constantemente nos “pica a moleirinha”

até onde vai o egoísmo, e o desmesurado interesse dos humanos

Quem fica com um cão que não é seu, e fica com ele para o vender, é uma pessoa doente, desumana, e sem qualquer sentido de amor, e valores morais.

Por norma não faço apelos sobre estes assuntos, já me dei conta que existem muitas pessoas que não levam a coisa a sério, e ainda nos gozam, e brincam com os sentimentos dos donos que perdem os seus cães.

O meu cão, o Loy, já me fugiu, numa zona problemática, com muitos carros, e estradas com muito movimento. E de noite, o que torna tudo bem mais dificil.

Desapareceu-me ao fim do dia, numa zona onde era hábito estar, conhecia de facto ao zona, e talvez tenha sido por isso que veio ter ao mesmo sitio de onde fugiu. Mas andei até altas horas da noite à procura dele. O desespero é tão grande, e tudo nos passa pela cabeça, pensamos em tudo, sabemos que eles não falam, não pedem ajuda, podem não se chegar à maioria das pessoas porque estão assustados, e com medo, e quem tente ajudar numa situação destas às vezes não é bem sucessido porque a defesa deles é fugir.

Tudo nos passa pela cabeça, é um desespero. Podem acontecer inúmeras coisas das quais não vou falar para não empolar ainda mais uma situação que para o dono de um animal, e que realmente gosta dele não ficar a magicar coisas. E, meus caros, perder um animal, pode acontecer a qualquer um, basta tê-lo, basta nos distrairmos um bocadinho que seja, que as coisas acontecem.

Quem pede dinheiro para devolver um animal ao dono, é doente, é reles, é má pessoa, é pura maldade. E para mim quem faz isto, não pode saber mesmo o amor de uma pessoa a um anumal, nem sequer gostar de animais, não pode mesmo., não tem nenhuma ideia do que o dono desse animail esta a passar e a sofrer naquele momento, não pode saber, caso contrário entregava o animal imediatamente.

Ontem, no Instagram vi um apelo sobre um cão que tinha fugido, desaparecido da zona onde também costumava estar, e até ao momento ainda não apareceu, era muita gente a divulgar, (através do Instagram de uma blogger conhecida) talvez tenha sido por isso que rapidamente cheguei à noticia, uma vez que nem sigo este blog. http://amelhoramigadabarbie.com/

Tentei ajudar da maneira que me era possível. Também partilhei a informação por algumas pessoas, e coloquei no meu instagram. Confesso que senti na pele o que já me tinha acontecido, e o que poderia fazer naquele momento, ainda que sendo pouco, era a ajuda que poderia "oferecer".

E foi ai que me deparei com a dificuldade de conseguirmos acreditar na maioria das pessoas, pois não sabemos se é por bem, e se querem realemnte e estão dispostas a ajudar. Ou se pelo contrário, nos dão informação porque infelizmente são desprovidos de algum sentimento e nos dão noticias do animal para terem algo em troca, e quando falo troca, falo em dinheiro. Sim, dinheiro.

Neste momento, vi novamente um 'instastories' com noticias, o cão ainda não aprececeu, nem há noticias concretas, mas até já se fala em alguém que o tenha levado para o vender. Alguém que quer uma recompensa se o encontrar, aparece de tudo neste momento.

Para o bem da minha sanidade mental, nem quero imaginar que esta gente tenha a coragem de fazer uma coisa destas. Não quero. E não vou pensar que se o encontrarem seja exatamente para receberem dinheiro. Ou para o vender.

Telefonam com falsas esperanças. Com falsas noticias. Se não sabem, ou não têm como ajudar, não dificultem, nem gozem com o sofrimento dos outros.

Esta minha publicação vai no sentido de pedir a todas as pessoas que encontrarem um animal perdido, ou percebam que está perdido que contactem imediatamente os donos, caso consigam ver se ele tem a placa com identificação, por ex, números de telemóvel, ou telefone, e o numero de chip, que os cães por norma usam na coleira.

Existem inúmeras maneiras de ajudar, por ex. através do site do SIRA - Sistema de Identificação e Recuperação Animal

2.png

 

Untitled.png

Podem sempre ir ao veterinário, e pedir ajuda para ser dado o alerta e através deste site do SIRA, e se o pedido do processo do animal perdido já tiver sido aberto, os veterinários, clínicas veterinárias, e canis também têm acesso a esta informação.

Ajudem, pensem que os donos estão em cuidados, a sofrer sem noticias, e pensam nas pior coisas do mundo, já basta isso, para ainda terem que levar com gente má que ainda faz gozo de tudo isto.

A moral, a honestidade, o sermos uns para os outros, e o espirito de entreajuda são valores que ainda não passaram de “moda”. E pensam, principalmente nisto: se fosse com vocês não gostavam que vos ajudassem a encontrar o Vosso animal de estimação? Não seriam eternamente gratos por isso?

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D