Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

espaço da raquel

para escrever tudo o que me vier à cabeça, e partilhar cenas daquelas (coiso e tal, e tal e coiso) não me levem muito a sério, tenho mau feitio, mas no fundo sou boa pessoa..... (apesar de não jogar com o baralho todo)

Em modo Repeat...

It don't matter, when you turn
Gonna survive, live and learn
I've been thinking about you baby...
By the light of dawn, and in my blues
Day and night, I been missing you

I've been thinking about you baby
Almost makes me crazy
Come and live with me

Either way, win or lose
When you're born into trouble you live the blues

I've been thinking about you baby

See it almost makes me crazy child
Nothing's right if you ain't here
I'd give all that I have just to, keep you near
I wrote you a letter and tried to make it clear
That you just don't believe that, I'm sincere

I've been thinking about you baby...

Plans and schemes, hopes and fears
Dreams I've denied for all these years

I've been thinking about you babe, living with me, well...
I've been thinking about you baby, makes me wanna...child

Nothing's right, if you ain't here
I give all that I have just to keep you near
I wrote you a letter darlin', trying to make it clear
How much you just don't believe that I'm sincere
Thinking about you baby, I want you near me

pelo boca morre o peixe (esta expressão já é velha) mas acho que nunca esteve tão actual)

numa altura em que se diz, e escreve tudo o que nos passa pela cabeça, só porque sim, só porque podemos, e porque achamos ter todos os direitos do mundo, sem sequer pensar que o que escrevemos, e dizemos pode influenciar, e até prejudicar alguém, acho que  devemos estar mais conscientes que a internet não é um saco de lixo.

1899976_601694343259069_1872638264_n.jpg

 

Língua "perteguesa" ou será Pretuguesa!?

Prontus: Usar o mais possível. É só dar vontade e podemos sempre soltar um 'prontus'! Fica sempre bem.

Númaro: Também com a vertente 'númbaro'. Já está na Assembleia da República uma proposta de lei para se deixar de utilizar a palavra NÚMERO, a qual está em claro desuso. Por mim, acho um bom númaro!

Pitaxio: Aperitivo da classe do 'mindoím'.

Aspergic: Medicamento português que mistura Aspegic com Aspirina

Alevantar: O acto de levantar com convicção, com o ar de 'a mim ninguém me come por parvo!... alevantei-me e fui-me embora!'.

Amandar: O acto de atirar com força: 'O guarda-redes amandou a bola para bem longe'

Assentar: O acto de sentar, só que com muita força, como se fosse um tijolo a cair no cimento.

Capom: Tampa de motor de carros que quando se fecha faz POM!
Destrocar: Trocar várias vezes a mesma nota até ficarmos com a mesma.

Disvorciada: Mulher que se diz por aí que se vai divorciar.

É assim... Talvez a maior evolução da língua portuguesa. Termo que não quer dizer nada e não serve para nada. Deve ser colocado no início de qualquer frase. Muito utilizado por jornalistas e intelectuais.

Entropeçar: Tropeçar duas vezes seguidas.

Êros: Moeda alternativa ao Euro, adoptada por alguns portugueses.
Falastes, dissestes...Articulação na 4ª pessoa do singular. Ex.: eu falei, tu falaste, ele falou, TU FALASTES...

Fracturação: O resultado da soma do consumo de clientes em qualquer casa comercial. Casa que não fractura... não predura.

Há-des: Verbo 'haver' na 2ª pessoa do singular: 'Eu hei-de cá vir um dia; tu há-des cá vir um dia...'

Inclusiver: Forma de expressar que percebemos de um assunto. E digo mais: eu inclusiver acho esta palavra muita gira. Também existe a variante 'Inclusivel'.

Mô: A forma mais prática de articular a palavra MEU e dar um ar afro à língua portuguesa, como 'bué' ou 'maning'. Ex.: Atão mô, tudo bem?

Nha: Assim como Mô, é a forma mais prática de articular a palavra
MINHA. Para quê perder tempo, não é? Fica sempre bem dizer 'Nha Mãe' e é uma poupança extraordinária.

Parteleira: Local ideal para guardar os livros de Protuguês do tempo da escola.

Perssunal: O contrário de amador. Muito utilizado por jogadores de futebol. Ex.: 'Sou perssunal de futebol'. Dica: deve ser articulada de forma rápida.

Prutugal: País ao lado da Espanha. Não é a Francia.

Quaise: Também é uma palavra muito apreciada pelos nossos pseudo-intelectuais... Ainda não percebi muito bem o quer dizer, mas o problema deve ser meu.

Stander: Local de venda . A forma mais famosa é, sem dúvida, o 'stander' de automóveis. O 'stander' é um dos grandes clássicos do 'português da cromagem'...

Tipo: Juntamente com o 'É assim', faz parte das grandes evoluções da língua portuguesa. Também sem querer dizer nada, e não servindo para nada, pode ser usado quando se quiser, porque nunca está errado, nem certo. É assim... tipo, tás a ver?

Treuze: Palavras para quê? Todos nós conhecemos o númaro treuze.

E tenham atenção que eles andem por aí ... a mandar émeles ...

Existem muitas mais pérolas da nossa magnífica língua portuguesa que as pessoas teimam em estragar, mas agora não tenho tempo para mais.

 

acreditas mesmo que vieste ao mundo para te lixares ?!?

é uma artigo de 2016, mas para mim estará sempre actual, tendo em conta que houve uma fase na minha vida que achava que o mundo, as dificuldades, as doenças, os dias difíceis estavam todos contra mim, e para me f@derem literalmente a vida, a minha cabeça, e consequentemente a minha estabilidade mental.

tudo se aprende, até mesmo a ter a plena certeza que a nossa vida não é só azar, e que no meio da pouca sorte que achamos ter, um dia nos apercebemos que até nos pode ter saído a sorte grande com as pequenas (mas Grandes) batalhas que conseguimos vencer e conquistar ao longo da nossa vida.

a vida, apesar de tanto sofrimento, aflição, amargura, e dificuldades que podemos passar, e que de facto passamos em alguns momentos da nossa vida. o estarmos vivos, e com uma vida para viver, é mesmo o melhor presente que podemos receber.

 

https://ionline.sapo.pt/artigo/500780/acreditas-mesmo-que-vieste-ao-mundo-para-te-lixares-

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D